George André Savy

George André Savy

André Piloto é o nome literário de George André. O nome piloto foi sugestão de amigos, que chamavam-no de piloto de fuga quando dirigia. Nascido em Jundiaí nos anos de ditadura militar, viveu intensamente a pacata cidade da década de 70. Em sua opinião, a melhor época para curtir os centros de nossas grandes cidades foi de 74 a 78. Depois veio a decadência. Descobriu o dom de escritor (e também as lições de oratória) na 5ª série ginasial, com o Professor Celso. Desde então, escreveu inúmeras estórias, sempre com personagens baseados em seus colegas, vivendo situações absurdas, fantasiosas. A partir de 1986, iniciando curso de Administração num colégio particular, conheceu o lado frio da sociedade e do mundo político. O gosto pela realidade e as questões sociais se firmou mais precisamente em 1988, ao conhecer IN LOCO a vida numa das favelas da cidade de Jundiaí. Em 1989 começou a escrever sua primeira novela, um romance juvenil retratando de forma nua e crua o distanciamento social na vida de um jovem da classe media/alta e outro da classe baixa. O livro de 269 páginas deu uma pincelada em inúmeros assuntos polêmicos, como o preconceito, os favores políticos, a atuação dos corruptos e maus profissionais, as catástrofes ambientais, as drogas e etc. Publicada a Primeira Edição em 1996 (500 exemplares), em 1998 veio a 2ª com mais 500. Nesse ano o escritor já havia iniciado palestras na Associação de Educação do Homem de Amanhã (Guardinha de Jundiaí) e nas escolas públicas de Jundiaí e região. Foi verbete em dois dicionários de escritores nacionais contemporâneos, do Historiador, Poeta e Romancista Adrião Neto. Em 1999 iniciou novo livro de 300 páginas, a estória de Jéssica e Boy. Em seguida, a pedidos de leitores, iniciou Marvin II. São duas obras a espera de patrocinadores para publicação. Enquanto isso, o escritor tem lançado mini-livros, de 30 a 50 páginas, também chamados de livros artesanais ou populares. Até o momento são 6 em circulação: Palavras de Atitude e Beleza (Versos e Prosas), O Hospital - Lugar de Vida Loka (ficção montada num documentário), Segurança Pública e Cidadania (Proposta de exercício da Cidadania), Ônibus e o Orelhão (Educativo), Saúde e Cidadania e Mata Sombria.

Notícias

Poemas

Artigos

Turismo

Entre em contato